Xamanismo e cosmovisão andina: um estudo sobre práticas de curanderismo Mochica expressas na cerâmica ritual

Xamanismo e cosmovisão andina: um estudo sobre práticas de curanderismo Mochica expressas na cerâmica ritual
Palavras-chave em português: Andes Arqueologia Iconografia Mochica Xamanismo
Resumo em português
Este trabalho propôs analisar a cerâmica ritual produzida pelos Mochica, sociedade que ocupou a costa norte peruana entre os séculos I e VIII d.C., com base em três eixos principais: o papel mediador de personagens geralmente entendidos como xamãs, ou sacerdotes; os rituais de sacrifício humano e os processos de verticalização do poder político; e as dinâmicas de transformação e suas implicações nas relações entre entes humanos e não humanos. Estes temas, observados na iconografia e morfologia dos artefatos estudados, orientaram o processo de identificação dos conjuntos cerâmicos selecionados para esta pesquisa. A análise pautou-se na identificação de atributos de personagens classificados como xamãs, curandeiros e sacerdotes, com o objetivo de problematizar a utilização de tais categorias no estudo da cultura material relacionada às práticas rituais Mochica. O debate sobre xamanismo foi inspirado pela teoria antropológica contemporânea que discute o “multinaturalismo ameríndio”. A reflexão centrou-se nos conceitos de transição, movimento e transformação, temas estruturantes das práticas xamânicas e organização sociocosmológica andina.
http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/71/71131/tde-12082015-164534/pt-br.php

Comments are closed