Vídeos sobre a Sabedoria Ancestral ou Tradição Sul e Centro Americana

(em desenvolvimento)

Wirakocha – o código de Tiwanaku e Machu Picchu (Peru – Inka)

Esta investigação, feita por Ricardo Bardales Vasi, mostra e analisa um dos achados mais importantes para a história da cultura andina do que vai do século XXI, o código Wirakocha e os símbolos sagrados que a integra: Escalo-Nado, espiral, Diagonal e o rosto, não somente no Tiwanaku (porta do sol) e os Incas (Machu Picchu), mas também em outras culturas como wari, chavín, pucará, entre outras, mostrando a existência de leituras desconhecidas em sua representação, em dois e Três dimensões, revelando assim, a continuidade do processo histórico da cultura andina, coincidindo com a tese do sábio julio c. Tello.
Também entenderemos o propósito para o qual foi construído Machu Picchu e a grandeza de um dos maiores construtores e planejadores, nono inca Pachacutec.

JUAN DEL PRADO NÚÑEZ é antropólogo e Mestre da tradição andina. Seguindo os passos de seu pai, Oscar Nunez del Prado, especializada no estudo da cultura religiosa dos povos indígenas dos Andes, em particular Keros (descendentes diretos indianos dos incas).
Ele foi aprendiz de padre carismático Don Benito Qoriwamana Andino, que o iniciou na Trilha Inca através Hatun Karpay (Grande Iniciação), em 1988.
De acordo com a Lei de Ayni, o que obriga que adquire experiência espiritual e experiência para compartilhar e transmitir, Juan Nuñez del Prado siga estes passos, transmitindo iniciação na tradição andina.
Este é o resumo de uma palestra que ele deu em fevereiro de 2011 na alenar Centro de Mataró, onde começou a dar seminários para transmitir os 4 níveis que são transmitidos com o conhecimento da tradição andina. (vimeo.com/31320822)

Ivan Nunez Del Prado (Professor de Tradução Sagrada Inca – filho de Juan Nunez Del Prado)

Andino mestre Rolando Pauccar Calcina, a comunidade Q’eros descreve os seis primeiros níveis de consciência que são capazes de desenvolver com a sabedoria Inka.

Uma mulher de lenda – Maria Apaza (Peru – Nação Qer’os – Inka)

Maria é filha de santos apaza, um ótimo padre q ‘ ero da comunidade hatun quiqo, na área mais remota de kosñipata, a quase 5.000 m.s.n.m., em paucartambo.
E foi iniciada pelo mítico altomisayoc Andrés Espinoza, o grande representante q ‘ ero do ‘ Chaupi ‘: a via do centro na espiritualidade andina. Os outros caminhos iniciáticas, são o ‘ Phaña ‘ (via direita, mística) e o ‘ Lloque ‘ (via esquerda, mágica).
Aos 16 anos, Maria foi atingida por um raio (signo tradicional de que foi escolhida pela divindade) e introduzida nos grandes mistérios perante os apus ausangate, sinakara (na festa de qoylluriti) e wamanlipa; e em Os apus femininos mãe simona e apu Veronica. Depois foi ‘Abençoada’ por dois raios mais e assim a vida tornou-se lenda. Contam as histórias que realizou curas chocantes e controla ‘Viagens’ a outras pachas (vários espaço-tempo).
Maria Apaza foi convidada, nos últimos dez anos, ao Egito, Turquia, Itália, França, Espanha, Suíça, Polônia, Noruega, Irlanda, Holanda, Alemanha, Dinamarca. Em Bucareste, na Romênia, foi entrevistada num sintonizado programa de TV (ver vídeo abaixo; a partir do minuto 29 passam um pequeno documentário).


Resumo da conferência sobre a tradição andina espiritual com Don Francisco e Dona Apaza ramosa Machacca.
Os últimos herdeiros da espiritualidade Inca, falam-nos da Pachamama e ao sagrado feminino, cosmologia e o papel das mulheres na sociedade andina

Uso eficaz de la Energía: Yanantin y Masintin – Aprender a escolher o que e quem faz Yanantin e Masintin me permite uso eficiente de energia e que os meios Por favor, coloque-me tudo o que Função Energia Universal alcançar o meu resultado.

Dna Margarida – Curandeira – Sabedoria Maya

 

Comments are closed